sexta-feira, 29 de julho de 2011

Sixteen

Only sixteen – Sam Cooke

4 comentários:

A Luz A Sombra disse...

E aqui sabe bem depois de tomar o pequeno almoço e olhar... olhar...

Gringo disse...

Ah, great shot VT - would love to see more of the graffiti there!

Anónimo disse...

Post dificil de comentar pelas multiplas possibilidades de leitura e de sentimentos....Ao vermos e falarmos de "16" é inevitavel a associação á fase de desenvolvimento da adolescencia que por si só de extrema complexidade...., marcando a transição entre a infancia e vida adulta - fase que cada vez mais se prolonga e arrasta no tempo, fruto do "desenvolvimento/evolução" social.....

Ao olhar o post sinto a irreverencia de uma juventude, transformadora, senhora de si e dos seus ideais de criação e renovação (...) mas que precisam sempre de uma "estrutura"/"suporte", onde "actuar"....( o que nem sempre acontece - necessidade de "espaço(s)" ). As "contradições" e "complementos" indicadores de processos mais ou menos conturbados de um periodo decididamente marcante,..., apesar de tudo, os traços e a côr que dão vida ao que passaria despercebido,..., o graffiti (arte urbana), é sem duvida manifesto "contracultural" que remonta desde o imperio Romano, pretendendo de uma forma critica chamar a atenção para aspectos sociais,quase poderia dizer-se que paralelamente cumpre uma função "regularizadora"... ( um possivel ponto de exclamação/admiração, invertido, num fundo onde o céu se apresenta de negro, etc.).
Bôa "captura", tambem gostaria de ver mais sobre este graffiti....
Abraço
AC

VT disse...

Obrigado A Luz A Sombra por ... olhar.
Thanks Gringo. Ok I´ll try to do that.
Obrigado AC pelas leituras do post e pelo incentivo.
Bem hajam
VT