quarta-feira, 23 de junho de 2010

Blue Mood


"Mood Indigo" - Rosemary Clooney & Duke Ellington 

7 comentários:

Anónimo disse...

Que azul fantásticoooo!
Verão!...
Heavenly...
Também nós, na nossa simplicidade queremos participar.
EXCELENTE.
BJ.
Sabrina

jorge manuel brasil mesquita disse...

Troncos cinza e azuis
jazz que fluis
na voz de quem canta
nos dedos de quem toca
tronco que encanta
o dom que não se troca
porque corpos de natureza
entroncam na beleza
das notas que são a certeza
da cor e da dor
que jazem ao sabor
dos sons que dão vida
à morte que jazz ferida.
Jorge Manuel Brasil Mesquita
Lisboa, 23/06/2010
etpluribusepitaphius.blogspot.com

A Luz A Sombra disse...

Como eu gosto destes azuis! Bela fotografia!
Bom fim de semana
A Luz A Sombra

Anónimo disse...

Lindissimo!!!
Os "azuis" que "tocam", que "encantam", sublimes, belos, que nos transmitem Vida e Energia....
Os "Azuis" Celestiais, Divinos, que nos envolvem e nos cobrem.....
Indigo, transcendente...., invulgar, especial.....

Para sentir com todos os "sentidos" e com um outro que não sabendo muito bem o nome normalmente designamos de "6º Sentido"........
O Calor/Conforto da "madeira", que se entrelaça e enlaça com os sons e a Côr, podendo Criar imagens Cristalinas ... (ou não...).
Gosto dos pormenores descacados/desnudados de alguns "troncos"/"vergas"...
Abraço
AC

Anónimo disse...

Não querendo de maneira nenhuma monopolizar comentários..., acrescento uma transformação muito especial que me parece poder existir.................Talvez uma provocação....,.................................................
......."finos" troncos que se balanceiam num doce flutuar das ondas do Mar.................
...........Poderoso..........

AC

Anónimo disse...

Divinamente esperando que sejam activos no verão.
Barracas!
O abrigo dos olhares, a sombra que nos conforta...
Sabrina

VT disse...

Para além das boas vindas e agradecimento ao Jorge Mesquita (volte sempre) pela sua poesia "a propósito" (recomendo a visita ao seu blogue - muito interessante sobretudo para quem aprecia a poesia das palavras), agradeço ainda a Sabrina, A Luz A Sombra e AC as intervenções e a simpatia.
De facto é mais uma foto "abstractizante" aproveitando a geometria e as nuances de azul de uma pilha de paus de barracas de praia, pintados de azul que vai descascando aqui e acolá, todos à espera de serem suporte para os toldos que nos irão abrigar.
Bem hajam
VT