quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Tapete

''Autumn song'' (Tchaikovsky) - Alexei Sultanov

11 comentários:

Magnolia disse...

Um dia peço-te uma foto emprestada para fazer companhia a um poema....
Bj

VT disse...

Está combinado Magnólia. Publica a foto à sua escolha referindo a autoria claro. Obrigado.
VT

Eva Gonçalves disse...

Linda foto. Apetece calcar as folhas...

Anónimo disse...

Muito bonito o Outono!
Gosto imenso desta fotografia,aliás,como de todas as que tem publicado no Heavenly.
Esta chamou-me a atenção por uma singularidade:a "curva" do caminho...lá adiante.
Perante este lindíssimo quadro,numa sereníssima tarde de Outono,pensei,ouvi e olhei com muito gosto,ao som da belíssima composição "Autumn Song" de Tchaikovsky.
MV

cx disse...

Excelente fotografia e excelente escolha musical! As cores macias do Outono e a suavidade da luz nesta paisagem, criam um ambiente de tranquilidade e segurança que convida ao recolhimento! Que árvores graciosas, que aprazível tapete! Aqui queria poder voar, ser borboleta... e não ter que respirar!!
São

Anónimo disse...

Wonderful photo, beautiful colours, a quiet music and a simple poem :

Leaves

How silently they tumble down
And come to rest upon the ground
To lay a carpet, rich and rare,
Beneath the trees without a care,
Content to sleep, their work well done,
Colors gleaming in the sun.

At other times, they wildly fly
Until they nearly reach the sky.
Twisting, turning through the air
Till all the trees stand stark and bare.
Exhausted, drop to earth below
To wait, like children, for the snow.

Elsie Brady

FC

agata disse...

e também gosto desta!

amatamari© disse...

Ah wonderful colors and atmosphere really impressive!
Thanks!
:-)

VT disse...

Um grande obrigado a FC pelas palavras amigas e pelo excelente poema que nos traz, a MV pelas suas palavras sempre sábias e com grande poder de observação, à São pela sua sensibilidade e á Eva, à minha filha Agata e a Amatamari (thanks also for your friendship) pelas palavras sentidas.
Bem hajam
VT

luisa - fotografia disse...

Belissima!

Anónimo disse...

A beleza da nostalgia do Outono, com a queda das folhas e o anuncio do inicio de um fim, de um ciclo, uma especie de prenuncio de morte, para depois voltar a nascer, re-nascer com toda a força e exuberancia na Primavera...
É o Outono da Vida, Sereno, Tranquilo e Belo com as suas cores amarelecidas/queimadas...
Tchaikovsky, uma excelente escolha.
AC