segunda-feira, 12 de abril de 2010

A Aberta da Praia da Foz do Arelho IV


On Stream - Nils Petter Molvaer

Como uma pequena “reportagem” fotográfica e dando continuidade aos posts anteriores (de 13 de Janeiro, de 8 de Fevereiro e de 13 de Março de 2010 – pf clicar na etiqueta em baixo sobre a Aberta), mostramos mais uma imagem sobre a evolução da praia da Foz do Arelho e respectiva Aberta para o mar – que se deslocou de sul (junto ao Gronho) para norte, onde se encontrava a praia. Depois de uma tentativa de se fechar a “nova” Aberta com grandes pedras, agora transportam-se grandes quantidades de areia para a zona da Aberta no intuito de a tapar. Podem observar-se na imagem os montes que se estão acumulando junto da actual entrada do mar para a lagoa. Julgamos que depois tentarão reabrir uma nova comunicação no local onde se encontrava anteriormente. Vamos assim assistindo, mês após mês, a este interessante caso em que se trava mais um “braço de ferro” entre o Homem e a Natureza

6 comentários:

Submarino Amarelo disse...

Esta nova intervenção é baseada em que estudos, que conhecimentos, que teorias, que experiências?

Ou será só "vamos tirar daqui a aberta senão não há praia este ano"?

Receio o pior...

Hugo de Macedo disse...

Esperemos que esta solução seja eficaz. Sou leigo no assunto, mas desde sempre me pareceu a mais plausível.

Abraço.

Sandra Rocha disse...

Bem está fantástico este p&b.
Beijinhos.

Anónimo disse...

Parabens!
Não poderia ser mais oportuna a passagem desta nuvem, que naturalmente realça (ilustra) os 2 tipos de intervenção realizadas ultimamente na Praia da Foz do Arelho, o monte de Pedras e o monte de Areia.
A musica, essa parece-me apelar a "rituais ritmicos" que acabam por se impor serenamente e que aqui parece ajudar á ideia de "cumprimento de uma missão"...., e assim se calhar tambem a Natureza, O Mar, irá cumprir o seu "Curso/Trajecto"....
È uma realidade bem presente, o avanço do Mar sobre a costa litoral Portuguesa, se calhar num ritmo mais acelarado, do que previsto...
Lutar contra esta Força, parece-me um "jogo de faz de conta..."que vai entretendo quem gosta de assistir ao "espectaculo" dado pelo trabalho das máquinas........., entretanto quase "nada" se faz em termos de projectos de Fundo, na área da educação ambiental....(!!!, ???).
Abraço
AC

Magnolia disse...

Continua tudo muito bonito...

VT disse...

Agradeço a Vossa presença e comentários. Também gosto deste Preto e Branco. Foi dos que mais prazer me deu, sobretudo a conseguir os contrastes sucessivos (desde o 1º ao último plano) entre a areia, a água e o céu. O enquadramento contribuiu para dar uma sensação de paisagem de outro planeta. Infelizmente é o nosso e o único que temos. Partilho dos Vossos temores. Esta situação verifica-se em toda a Europa e não é exclusiva da Foz do Arelho. No nosso país são inúmeros os casos de praias a desaparecerem ou a diminuírem substancialmente. Ou seja, devido a mudanças ambientais despoletadas pela inconsciência humana, Portugal está a encolher.
Bem hajam
VT