quarta-feira, 2 de setembro de 2009

O sabor da noite

a noite chega na respiração da maré anunciada pelo rumor das luzes da cidade ao longe invade suavemente o espelho da areia molhada ao lado do Silêncio o entendimento é perfeito porque hoje não há palavras nos lábios do mar tempo de redescobrir a magia de ficar de mãos dadas cheias de pétalas por dentro do sabor da noite os dedos por cima e dentro de outros assim… como se fossemos os únicos habitantes de uma ilha deitada sobre a eternidade
VT

Stand by me – Ben E. King

9 comentários:

João Ramos Franco disse...

A noite é uma musa, envolve-nos, segreda-nos o que luz do dia nos esconde...
Um abraço amigo
João Ramos Franco

Anónimo disse...

Manuel Alegre emprestou-me as palavras..."porque hoje não há palavras
nos lábios do mar"!

Contar-te longamente as perigosas
coisas do mar. Contar-te o amor ardente
e as ilhas que só há no verbo amar.
Contar-te longamente longamente.

Amor ardente. Amor ardente. E mar.
Contar-te longamente as misteriosas
maravilhas do verbo navegar.
E mar. Amar: as coisas perigosas.

Contar-te longamente que já foi
num tempo doce coisa amar. E mar.
Contar-te logamente como doi

desembarcar nas ilhas misteriosas.
Contar-te o mar ardente e o verbo amar.
E longamente as coisas perigosas.

Coisa Amar-Manuel Alegre
MV

Magnolia disse...

Hoje vim aqui suspirar.....
Bj

maria disse...

Obrigada por ser sol a iluminar e inspirar os meus dias.
Me emociono a cada texto seu Obrigada por tudo.

maria

amatamari© disse...

Wonderful colors
waiting the night.
Thanks!

Anónimo disse...

Amplio a fotografia e maravilho-me
perante a Obra da Criação!

"O sabor da noite" maravilha-me pela arte e sensibilidade do autor.
É o sabor da excelência!
RP

VT disse...

Amatamari, Magnolia, Maria, MV, RB e João... you are wonderful human beings... Thank you very much...
VT

VT disse...

Uma observação adicional... Trata-se, como naturalmente já identificaram, da famosa ilha do Pessegueiro em frente da qual passo as minhas férias em Porto Covo.
VT

Anónimo disse...

Anoitecer assim... vale a pena!
Quanta magia e beleza e sedução e brilho e cumplicidade e... eterno encantamento.
Lindo: o que se vê, o que se ouve e o que se lê - nas linhas e nas entrelinhas.

Obrigada.
MJM