segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Leituras


Quando eu morrer voltarei para buscar
Os instantes que não vivi junto do mar
(Inscrição - Sophia de Mello Breyner Andresen)


Let There be Love - Laura Fygi

7 comentários:

Mª Angeles y Jose disse...

Bonito y tranquilo mar.

Besos

Anónimo disse...

Literalmente descobri o seu blog ontem e, por coincidência ou não, procurei-o nesta manhã em que o Sol espreita de mansinho para tentar encontrar alguma serenidade e alento nas águas desse mar infinito...

apenaseu

Anónimo disse...

Manuel Alegre que inspirou o seu post anterior,versejou assim:

"SOPHIA

Da lusitana antiga fidalguia
um dizer claro e justo e franco
uma concreta e certa geometria
uma estética do branco
debruado de azul.

Sua escrita é de nau e singradura
e há nela o mar o mapa a maravilha.

Sophia lê-se como quem procura
a ilha sempre mais ao sul."

Faço "minha" a belíssima citação de Sophia-Quando eu morrer voltarei para buscar
Os instantes que não vivi junto do mar.
Morrer,não significa o fim da vida,pode-se morrer ainda em VIDA.
MV

Magnolia disse...

Pudesse eu não ter laços nem limites
Ó vida de mil faces transbordantes
Para poder responder aos teus convites
Suspensos na surpresa dos instantes!


Sophia de Mello Breyner Andresen
Bj

cx disse...

Esta fotografia evoca uma deliciosa tranquilidade! Que bonito este mar calmo...e que agradável surpresa a Laura Fygi!!
São

Anónimo disse...

Uma possível “leitura” do Mar…ainda por Sophia…

Mar
De todos os cantos do mundo
Amo com um amor mais forte e mais profundo
Aquela praia extasiada e nua,
Onde me uni ao mar, ao vento e à lua.

Cheiro a terra as árvores e o vento
Que a Primavera enche de perfumes
Mas neles só quero e só procuro
A selvagem exalação das ondas
Subindo para os astros como um grito puro.

Sophia de Mello Breyner Andresen

Serena foto, Agradável melodia…
FC

VT disse...

Um abraço grande a Mª Angeles y Jose, a MV, FC, Magnólia e São pelos magníficos contributos.
Desejo ainda as boas e vindas a "apenaseu" bem como a continuação de aqui vir encontrar serenidade.
Bem hajam
VT