domingo, 15 de novembro de 2009

Líquens

Micro cidades estreladas Labirintos micelares Polígonos e prismas Entrançam-se Expandem-se No calor entorpecente Esporos explodem Sobre um mar de musgos e de sementes vermelhas O fundo sempre igual As raízes da árvore Sobre o planeta Terra

Where breathing starts - Tord gustavsen trio

7 comentários:

Anónimo disse...

Que magnífico exemplo poderíamos interiorizar, observando os seres vivos mais simples e, a magnificência desta simbiose.

Sabrina

Anónimo disse...

Onde a respiração começa...um EXCELENTE princípio de reflexão e inspiração!

Os líquens evocam a existência,o ciclo da VIDA,de uma forma tão simples,em profusão de cores,agarrados à terra,sem desistência,num ESTOU AQUI!
E nós...vamos passando indiferentes,nem reparamos que nos SERES mais simples está a grandiosidade.
Creio que podemos transpor estas "Micro cidades estreladas"(felicito-o pela expressão) para o nosso mundinho...tão miserávelmente pequeno...e reflectir...sobre o indivíduo e o indivíduo com o colectivo.
Como a Natureza nos transmite mensagens humanas e cívicas!

Uma referência às lindíssimas cores sem fim dos seus líquens,cor de cardeal,azul cobalto,verde...um belíssimo quadro.
O tema musical...que fantástico e sereno RESPIRAR,ao som do piano de que tanto gosto!
MV

cristinasiqueira disse...

A vitalidade amorosa do poema me seduziu com seu calor entorpecente
e seu olhar mágico.
É um prazer tê-lo como seguidor do meu blog.Gostei de passear pela Lagoa de Óbidos ao som de Blue Velvet.

Com admiração,

Cris

miguelrr disse...

Não conhecia o blogue, mas gostei muito do que vi. Vou ser um visitante frequente.
Parabéns!

Multiolhares disse...

Gostei muito da foto do " tapete"

Todos nós temos raízes, mas as verdadeiras fazem parte da terra as outras destroem a terra

Grata por esta como seguidor no meu humilde cantinho
Boa semana

tossan® disse...

Existe vida nos labirintos da terra e na tua foto também Fantástica! Abraço

VT disse...

Para além de agradecer a MV pela fidelidade de comentar. como sempre de modo judicioso, agradeço ainda todos os outros comentários simpáticos de novos visitantes (Sabrina, CristinaSiqueira, Miguelrr, Multiolhares e Tossan) a quem dirijo também as mais vivas saudações de boas vindas a este blogue - dado que comentam pela 1ª vez. A Vossa presença neste espaço será sempre apreciada. Visitarei e seguirei também os Vossos blogues com a atenção que merecem.
Bem hajam
VT